Sousa Haz, o poeta radioativo

Em 2007, Márcio-André permaneceu seis horas lendo seus poemas em meios aos escombros da cidade abandonada no que chamou de “Conferência Poético-Radioativa de Pripyat” (Chernobyl), na chamada Zona de Exclusão, correndo deliberadamente risco de contaminação radioativa por césio 137 e estrôncio 90. Após o evento, recebeu a alcunha de “primeiro poeta radioativo do mundo”.

Acesse

Os Babilaques de Waly Salomão

Conheça os poemas em que o autor insere desenhos recortados de jornais e revistas, que funcionam como vinhetas e sátiras, em um “processo incessante de buscas poéticas”, conforme descrito por Waly. A coleção “Poesia Total”, disponível para download, reúne a obra poética completa de Waly Salomão.

Acesse