Poemas de André Sousa

André Sousa é pesquisador, fotógrafo e jornalista em formação. Tem poesias publicadas em sites e revistas on-line e escreve sobre cultura e outros nomadismos na plataforma Medium.

1.

o que consumi daquela terra

foi uma lasca, como um beijo

no prato após dias em jejum

no meu caso, anos sem degustar

algo que não fosse insosso

                                   [e saber

que o pior dessabor

é parecido com tocar algo

                                   [e nada sentir

o que consumi daquela terra

me privou da fome

de olhar ao largo

                                  [e não ver a vertigem

de cheirar o cacto sem nome em latim

                                     [e não sangrar as narinas

de pisar a brasa do chão no meio dia

                                     [e não nascer o berro

***

2.

fiapos de sol 

entre os arbustos 

cutucam a terra 

 

raízes em chamas 

nascem nos olhos 

do velho pássaro 

que corta o tempo 

que bica meu peito  

a procura de ninho carcaça ou coisa parecida 

 

o velho pássaro  

abre [ainda] minhas entranhas [aos poucos] 

como quem não tem pressa 

de romper o limbo 

nem findar  

o dia 

 

o velho pássaro 

e o ninho-carcaça 

entre arbustos secos 

abraçam o que resta de sol 

como quem protege  

o último suspiro  

de uma vela 

***

3.

querem que esse silêncio  

seja engolido como cápsula edificante 

sem água nem espasmos nem melancolia 

 

querem deixar os dentes trincados 

depois da sequência de naipes de murros 

e verdades retiradas a fórceps e joelhos e pés na garganta 

 

querem suplícios em praça pública 

e palmas histéricas para dar ibope 

entre os que sobram 

 

querem o ódio plástico como mantra 

fábula infantil contada no smartphone 

com versículo e moral sem História 

 

querem um atestado de eternidade 

mimeografado no corpo do sangue 

do outro sem nome 

sobre o autor

Prosa e Poesia e Vice Versa  tres-poema-de-andre-sousa-1024x683 Poemas de André Sousa

André Sousa nasceu em Fortaleza, Ceará. É pesquisador, fotógrafo e jornalista em formação. Tem poesias publicadas em sites e revistas on-line e escreve sobre cultura e outros nomadismos na plataforma Medium

EnglishFrenchGermanPortugueseSpanish