Os sapos, de Manuel Bandeira

Manuel Bandeira foi um poeta, crítico literário e de arte, professor de literatura e tradutor brasileiro. É considerado como parte da geração de 1922 do modernismo no Brasil. Seu poema “Os Sapos” foi o abre-alas da Semana de Arte Moderna. Juntamente com escritores como João Cabral de Melo Neto, Gilberto Freyre, Clarice Lispector e Joaquim Cardozo, entre outros, representa o melhor da produção literária do estado de Pernambuco.

Leia

Poemas de Alberto Caeiro

Alberto Caeiro é um dos vários heterônimos do escritor português Fernando Pessoa. Caeiro viveu a maior parte da sua vida no campo. Assim, sua poesia possui um caráter bucólico, além de valorizar a simplicidade e as sensações, sendo também marcada pelo paganismo.

Leia

Ocasiões de ficar calado, Crônica de Fernando Sabino

Fernando Sabino (1923-2004) foi um escritor, jornalista e editor brasileiro. recebeu diversos prêmios, entre eles, o prêmio jabuti pelo livro “o grande mentecapto” e o prêmio machado de assis, da academia brasileira de letras. Além de romancista, foi cronista, editor e cineasta. Fez parte da terceira fase do modernismo brasileiro. O humor e a ironia são as principais características de seus romances e crônicas.

Leia

O traidor, conto de Lima Barreto

Afonso Henriques de Lima Barreto foi um jornalista e escritor brasileiro. Publicou romances, sátiras, contos, crônicas e uma vasta obra em periódicos, principalmente em revistas populares ilustradas e periódicos anarquistas do início do século XX

Leia

Conto familiar – Mario Quintana

A linguagem que Quintana utiliza em seus textos é simples, fluida, introspectiva e, muitas vezes, irônica. Temas como o amor, o tempo, a natureza são os preferidos do poeta. Mestre da palavra, do humor e da síntese poética, em 1980 recebeu o Prêmio Machado de Assis da ABL e em 1981 foi agraciado com o Prêmio Jabuti.

Leia

A carteira – Conto de Machado de Assis

O conto A carteira, de Machado de Assis, narra a história de Honório, que acha uma carteira na rua. Por meio de uma boa dose de ironia, Machado de Assis faz diversas críticas à sociedade carioca daquela época e traz à tona temas como roubo, luxúria, falsidade, honestidade e fidelidade.

Leia

Cântico Negro, de José Régio 

José Régio foi um escritor, poeta, dramaturgo, romancista, novelista, contista, ensaísta, cronista, crítico, autor de diário, memorialista, epistológrafo e historiador da literatura português, para além de editor e diretor da influente revista literária Presença, desenhista, pintor, e grande conhecedor e colecionador de arte sacra e popular.

Leia

Poemas de Solano Trindade 

Poeta, folclorista, pintor, ator, teatrólogo, cineasta e militante, Solano Trindade tornou-se um dos nomes mais fortes da literatura brasileira. O escritor recifense traz em sua obra as reivindicações sociais dos negros em busca de melhores condições de vida. Alguns de seus títulos de destaque são ‘Poemas d’uma vida simples’ e ‘Cantares ao meu povo’

Leia

Poema de Maria Firmina 

Nascida em São Luís, no Maranhão, Maria Firmina foi pioneira ao escrever o primeiro romance abolicionista do país e ser a primeira mulher negra a publicar um livro, ‘Úrsula’, em 1859. Ela também escreveu poemas e contribuiu em diversos jornais de sua época. Após aposentar-se, em 1880, a escritora criou uma escola gratuita e mista.

Leia

O Cobrador, conto de Rubem Fonseca

O Cobrador é um livro de contos publicado em 1979, que reúne contos de Rubem Fonseca. Constituída por dez contos, trazemos o primeiro, O Cobrador, que abre o livro de mesmo nome. A obra, apresentada aqui na integra, foi publicada originalmente em 1979 e descreve com riqueza de detalhes o cotidiano de um “viciado em violência”

Leia

I love my husband – Conto de Nélida Piñon 

Nélida Piñon nasceu no dia 3 de maio, em Vila Isabel, no Rio de Janeiro. Formou-se em jornalismo e foi editora e membro do conselho de diversas entidades autorais em sua cidade. Em 1984 ela teve seu maior sucesso com a “Republica dos Sonhos”. No mesmo ano publica o conto chamado “I Love My Husband”, com grande repercurssão pelo desencanto com que ela observa a posição de submissa da mulher dentro da família e passiva dentro da sociedade.

Leia

Poemas de Castro Alves 

Castro Alves, também conhecido como “o poeta dos escravos”, está registrado na história da literatura brasileira como um dos poetas mais engajados na luta contra a escravidão.

Leia
EnglishFrenchGermanPortugueseSpanish