Poemas de Mario Benedetti

Mario Benedetti é um escritor e poeta uruguaio. É autor de aproximadamente 80 livros: romances, contos, dramaturgia, roteiros para cinema.  

POR QUE CANTAMOS

Se cada hora vem com sua morte
se o tempo é um covil de ladrões
os ares já não são tão bons ares
e a vida é nada mais que um alvo móvel

você perguntará por que cantamos
se nossos bravos ficam sem abraço
a pátria está morrendo de tristeza
e o coração do homem se fez cacos
antes mesmo de explodir a vergonha
você perguntará por que cantamos
se estamos longe como um horizonte
se lá ficaram árvores e céu
se cada noite é sempre alguma ausência
e cada despertar um desencontro
você perguntará por que cantamos
cantamos porque o rio está soando
e quando soa o rio / soa o rio
cantamos porque o cruel não tem nome
embora tenha nome seu destino

FAÇAMOS UM TRATO

Companheira
você sabe
que pode contar
comigo
não até dois
ou até dez
senão contar
comigo

se alguma vez
percebe
que a olho nos olhos
e um brilho de amor
reconheces nos meus
não alerte seus fuzis
nem pense que deliro
apesar do brilho
ou talvez porque existe
você pode contar
comigo

se outras vezes
me encontra
intratável sem motivo
não pense que fraquejara
igual pode contar
comigo

porém façamos um trato
eu quisera contar
com você
é tão lindo
saber que você existe
um se sente vivo
e quando digo isto
quero dizer contar
embora seja até dois
embora seja até cinco
não já para que acuda
pressurosa em meu auxílio
senão para saber
a ciência certa
que você sabe que pode
conta comigo.

A PONTE

Para cruzá-la ou não cruzá-la 
eis a ponte 
na outra margem alguém me espera 
com um pêssego e um país 
trago comigo oferendas desusadas 
entre elas um guarda-chuva de umbigo de madeira 
um livro com os pânicos em branco 
e um violão que não sei abraçar 
venho com as faces da insônia 
os lenços do mar e das pazes 
os tímidos cartazes da dor 
as liturgias do beijo e da sombra 
nunca trouxe tanta coisa 
nunca vim com tão pouco 
eis a ponte 
para cruzá-la ou não cruzá-la 
e eu vou cruzar 
sem prevenções 
na outra margem alguém me espera 
com um pêssego e um país 

SOBRE O AUTOR

Clássicos  mario-benedetti-2-1024x576 Poemas de Mario Benedetti

Mario Benedetti é um escritor e poeta uruguaio. É autor de aproximadamente 80 livros: romances, contos, dramaturgia, roteiros para cinema. Algumas de suas obras mais conhecidas são “Gracias por el fuego” (1960) e “La tregua”. No entanto, sua produção que ganha mais destaque mundial é a poesia, tendo lançado 33 títulos. Benedetti nasceu em 1920, porém viveu exilado por doze anos em vários países a partir de 1973, tendo morrido em 2009, aos 88 anos de idade. É hoje um dos escritores latino-americanos mais conhecidos e lidos da poesia contemporânea. 

EnglishFrenchGermanPortugueseSpanish