jatobá

 A Revista Arara apresenta a segunda edição da série de vídeos de poesia declamada: Escarcéu. Onde poesia é resistência, insistência para existir e respirar, brotam poetas dispostos a expor sua visão sobre os fatos, sua habilidade com o verso e a conversa. Escarcéu é uma série de poemas autorais. São declamados por seus autores e o lugar de onde vêm estes versos é a periferia. Chega de silêncios. Escarcéu.

*Entes da rua*

Entenda, sem espaço não há alimento,

Nós sonha em ser grande

Desde quando era só um maluco no pedaço,

Mas pro Will Smith ser a lenda

Hattie e Poitier tiveram que ser o fundamento,

Ainda faço os ensinamento de Nelson Maca,

Sem contar com a sorte do mundo,

Larguei a faca porque o corte

Da arte é mais profundo,

E eu sei que cada segundo vai ser complicado,

Nós vai ser censurado tipo Mariguella,

Então bate panela, gosta da cultura,

Mas não gosta do artista,

Algoritmo racista que só sabe engajar

Perfil de boy ou paty,

Não assista só a parte mais supérflua do fato,

Isso é coisa de quem lê pouco racionais

E muito Monteiro Lobato,

É que esses rato não tem papo reto,

Mas nós é esperto e não tá de bobeira

Com patriota que bate continência

Pra bandeira de outro país,

Mas me diz, afinal, qual sítio do picapau cê prefere?

Eu não faço parte da arte que fere a vida,

Por isso o amarelo que eu quero é do Emicida

Onde a realidade não é distorcida

E nem tratada com desdenho,

Então explana nosso estilo

Que eu quero mais desenho tipo Nana e Nilo,

Tranquilo e cirúrgico em cada foto

E cada fato igual Renato Nogueira,

Uma vida inteira matando pássaros do passado

Sem estar atrasado pro presente,

A vida nunca foi sobre velocidade,

Então não vá sozinho, leve a coletividade,

O caminho da felicidade não tá na conquista,

Não que exista homens de mentira,

Mas são as Mulheres reais

Que aspira por mais pluriversalidade,

Tendo personalidade pique Lázaro sem se submeter,

É sobre subverter tipo Lima Barreto

Por todos preto que sente na pele,

Dave Chapelle e Chris Rock,

Isso é nós rindo dos próprio trauma causado pelos boy,

Quando nós viu o Super Shock

Nós descobriu que também pode ser herói,

Os preconceito corrói nosso imaginário,

Mas nós nunca foi otário pra ceder,

O proceder aflora, salve HG e Amora,

Roda cultural e arte visual,

Nós reverbera fora do normal

Porque somos diferentes,

Entes da rua, cada vez mais perspicaz

E perto do que perpetua

Escarcéu - Jatobá

FICHA TÉCNICA

Poeta: JATOBÁ

Direção e Imagem: Suellen Paim de Melo

Edição de video: Rute Grael

Trilha: Henrique Santos (Pakkatto)

Produção: Revista Arara

POETA: JATOBÁ

Eu sou o Jatobá. Cria da Zona Norte do RJ, Rocha Miranda. Sou artista… poeta marginal, rapper, ator, comediante, roteirista… ativista social, produtor cultural e vendedor ambulante. Integrante dos coletivos artísticos Atako RJ e Mente Ativa. Idealizador do projeto social Sementes de Afeto e do Slam Orgasmo. Meu Instagram, que é a rede social onde sou mais ativo, é @jatobrabo e lá você encontra o @ de todos esses coletivos que participo na bio + um pouquinho de mim e minha arte no feed/rells/storys sempre participando de festivais, concursos ou algo do tipo, então acompanhem meu corre!!!.” 

EnglishFrenchGermanPortugueseSpanish