fbpx

O jornalismo em quadrinhos de Norberto Liberator

Norberto Liberator Neto (também conhecido como Libe) é um cartunista, ilustrador e jornalista, natural de Araçatuba/SP e radicado em Campo Grande/MS. É criador do selo de fanzines e quadrinhos underground 'Mostarda Atômica Press' e autor do livro 'Diasporados: uma reportagem em quadrinhos sobre refugiados e imigrantes'.

Liberator começou a fazer tirinhas e publicá-las na internet em 2014, quando criou o personagem Juka Junkie para o extinto fanzine ‘Metal Assault Zine’, que durou apenas uma edição. Em seguida, criou o ‘Rise Above Zine’, onde publicou matérias, entrevistas e ilustrações diversas.

No início de 2017, funda o selo ‘Mostarda Atômica Press’, cuja primeira publicação é o ‘Mostarda Atômica Zine’, uma cartilha de bolso sobre a relação entre a pecuária, as mudanças climáticas e a fome. Em seguida, publica pelo mesmo selo a HQ ‘Animais Fantásticos e Onde Há Brisa’, primeira aventura da turma de Juka Junkie.

Em 2018, influenciado por nomes como Joe Sacco e Art Spiegelman, produziu seu trabalho de conclusão de curso em jornalismo,”Diasporados: Uma Reportagem em Quadrinhos sobre Refugiados e Imigrantes”, pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul. No ano seguinte, a obra venceu o Troféu Expocom Centro-Oeste e foi finalista do Prêmio Vladimir Herzog de Anistia e Direitos Humanos.

O jornalismo em quadrinhos continuou sendo o foco de suas produções.

Em 2019, Liberator ajudou a fundar a Revista Badaró, que explora linguagens jornalísticas não convencionais e onde publicou reportagens em quadrinhos e trabalhos híbridos.

“Diasporados”

“Diasporados” é uma reportagem em quadrinhos que foi produzida como trabalho de conclusão de curso de Norberto Liberator Neto, no âmbito da graduação em jornalismo na Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, sob orientação do professor doutor Marcos Paulo da Silva.

 

A obra é dividida em quatro capítulos. O primeiro é uma introdução com dados gerais sobre migração e, os outros três, perfis de migrantes estrangeiros residentes em Campo Grande/MS, sendo eles Banel Pierre (haitiano), Ezequiel Alemán (venezuelano) e Wasim Aldaly (sírio).

O trabalho venceu o Prêmio Expocom Centro-Oeste 2019 e foi terceiro lugar no Prêmio Jornalístico Vladimir Herzog de Anistia e Direitos Humanos, no mesmo ano.

Reportagem em quadrinhos:

Como João Gilberto revolucionou a música

O homem que desafiou o Ocidente

perfil jornalístico híbrido com quadrinhos

Presidente do Irã, que jurou vingar Soleimani e agora ameaça retaliar Europa, está longe de ser fanático e ignorante: Hassan Rouhani é um intelectual conhecido como moderado e negociador