Poema de Golondrina Ferreira, interpretado pelo grupo Gertrudes Está Louca!

O poema "Aos que desanimam" foi interpretado em áudio pelo grupo Gertrudes está louca, e é parte do livro "Poemas para não perder", de Golondrina Ferreira, poeta e operária brasileira, lançado pela Trunca em 2019.

Áudio-poema: Aos que desanimam 

Experimentações sonoras quarentenadas 

Texto: Golondrina Ferreira

Interpretação: Igor Giangrossi e Mariana Moura

Edição de áudio: Igor Giangrossi

Colaboração: Rafaela Carneiro

Produção: Gertrudes está Louca

Gertrudes está louca nasce das inquietações de seus integrantes sobre os temas raça, gênero e trabalho, pensados em sua dimensão interseccional. A pesquisa e a curiosidade une as experiências de cada um dos artistas na dinâmica cotidiana e laboral e, ao mesmo tempo, a certeza da abrangência e relevância da temática na vivência da classe trabalhadora.

Saiba mais sobre o grupo de teatro

AOS QUE DESANIMAM

Gostaria de te acordar com beijos 

e boas notícias 

-- o sol saiu, 

os pássaros comemoram, 

as crianças brincam no pátio, 

vem visita de longe, 

ninguém mais vende seu trabalho, 

ninguém manda sem trabalhar. 

Mas o inimigo ainda é soberano, 

está por todos os lados 

e dentro de nós. 

Nos submete 

e inverte todas as coisas: 

nosso suor vira o seu produto, 

uma pequena parte vira o nosso 

[preço 

e não conseguir ficar rico 

vira um fracasso individual. 

Cultura vira ideologia, 

cooperação vira concorrência, 

nosso amor vira controle, 

sexo vira violência. 

O que era tempo vira trabalho, 

o que era nosso vira alheio, 

 o que era história vira 

Esquecimento. 

 

Gostaria de te acordar com carícias 

e boas notícias, 

mas ainda há muito pra ser feito. 

Estamos cansados, você diz, 

foram tantas derrotas… 

somos poucos e estamos 

pior do que antes, 

o inimigo matou 

os que não pôde cooptar. 

 

Gostaria de te consolar com um 

[abraço 

e boas notícias, 

mas você tem razão 

-- somos poucos e estamos cansados, 

no entanto ninguém, 

senão nós, 

poderá fazê-lo. 

Nós, com todos os nossos defeitos, 

com nosso cansaço, 

com as marcas da derrota, 

com nossos mortos por vingar. 

Com toda a escuridão 

por cima dos ombros 

nos curvando, 

com a potência de derrubar toda ela 

ao levantar. 

llamcorper mattis, pulvinar dapibus leo.

Golondrina ferreira

seleção de poemas do livro "Poemas para não perder"

Golondrina Ferreira é metalúrgica, poeta e militante dessa vida. Dos três ofícios, o de poeta é o mais recente mas diz estar aprendendo nos três. Abaixo, uma seleção de seus poemas do livro "Poemas para não perder", lançado pelas Edições Trunca 

Leia Mais
Series NavigationA MULHER DA BOCETA FOSFORESCENTE por Tomás Creus >>