Contrarresiliente, um manifesto anti-barbárie

Vencedor do Prêmio Lima Barreto (2018), contista, músico e poeta, o premiado escritor Zeh Gustavo apresenta seu ivro de poesias. Contrarresiliente (Editora Viés) é um livro atual, um convite ao confronto, de onde extraímos espanto, lirismo e inconformidade. Um manifesto anti-conivência contra a apatia e estupidez que servem tão bem a necrocracia.

Leia

Lançamento do livro “Sarah” de Diego Garcez

Publicação independente lançada na plataforma digital da Amazon Kindle, o livro é propositalmente curto para rivalizar com o tempo que se gasta nas redes sociais. O objetivo é compartilhar as emoções e nuances depositadas no texto com a maior quantidade de pessoas possível.

Leia

Lançamento do livro Lâmpada Diurna

Neste livro de Lucas Daniel Tomáz de Aquino os contos formam um todo coeso, desde o tema à estética, oscilando entre um hiperrealismo literário e a artificialidade das histórias em quadrinhos, muitas vezes regado à violência e a impossibilidade de olhar para o outro.

Leia

A poesia de Angelita Guesser

Nesta obra de estreia, Angelita Guesser traça uma dialética poética particular, expondo seu universo interior – quase que autobiográfico – como um campo fértil de ideias. A poeta semeia sua crítica lírica amorosa que é, em si mesma, uma linguagem corporal de sublimação, momentos de solidão, paranoia, ansiedade e melancolia, até diluir-se num transe induzido pelo que tateia e beira o impossível.

Leia

Macunaíma, de Mário de Andrade

Macunaíma nasce e já manifesta sua principal característica: a preguiça. O herói vive às margens do mítico rio Uraricoera com sua mãe e seus irmãos, Maanape e Jiguê, numa tribo amazônica. Após a morte da mãe, os três irmãos partem em busca de aventuras.

Leia

Augusto dos Anjos, Poeta da Morte

Paraibano, filho de proprietários de engenho nascido no fim do século XIX, bacharel em direito que dedicou a vida ao magistério, Augusto de Carvalho Rodrigues dos Anjos publicou em vida um único livro intitulado “Eu”. A indiscutível originalidade e inovação na escrita, com idéias modernas, termos científicos e temáticas filosóficas tornaram o poeta tão atemporal quanto incompreendido. Recebeu a alcunha de “Doutor Tristeza”, “Poeta Maldito” e “Poeta da Morte”.

Leia

Roberto Menescal – Um Arquiteto Musical

A obra é ilustrada por 300 fotografias que remontam a época em que ele se reunia descontraidamente com Ronaldo Bôscoli, Nara, Tom Jobim, João Gilberto, Marcos e Paulo Sérgio Valle, Carlos Lyra e outras feras da Bossa Nova, para tocar e compor canções que se tornaram eternas.

Leia

O Diário dos Vivos de Edmilson Borret

Edmilson Borret, 52 anos, tem duas graduações em Letras pela Universidade Federal Fluminense e atua, há 25 anos, como professor de Língua Portuguesa da rede municipal de ensino do Rio de Janeiro. Publicou, em 2018, o livro de poemas Entre cão e lobo, e, em 2019, o livro de contos Diário dos vivos & outros escritos, ambos pela Editora Penalux.

Leia

A voz feminina de Adélia Prado

Professora, poeta e contista, Adélia Prado apenas publicou após seus quarenta anos. Recebida com entusiasmo por Carlos Drummond de Andrade, entre outros, a escritora mineira conquistou diversos leitores com seu estilo único. Conheça Bagagem, sua primeira obra publicada, disponível para download.

Leia

A baleia noturna do meu sertão, de Emerson Sarmento.

A trama se desenvolve a partir de uma lenda sertaneja segundo a qual um maremoto teria levado uma baleia até o sertão do Pajeú, no interior de Pernambuco. A igreja central do vilarejo de São José do Egito, a terra da poesia, teria sido construída sobre o corpo da baleia, que se debate todas as noites após a última missa de cada dia.

Leia
EnglishFrenchGermanPortugueseSpanish