Orestes, a tragédia da ditadura

O cineasta Rodrigo Siqueira tornou público o acesso a seu filme de 2015, onde os personagens se confrontam com a violência e dilemas éticos na trama que se desenvolve em torno do julgamento de Orestes, que matou o próprio pai – um agente da ditadura militar infiltrado nos movimentos de resistência – 37 anos após vê-lo assassinar sua mãe.

Acesse