fbpx

Tombo de Coragem

O compositor carioca Raphael Pippa, apresenta o clipe da canção “Baião da Descoberta”, que retrata as reflexões e sensações sobre a primeira paixão e experiência homoafetiva, no forró
 
tombo-de-coragem-raphael-pippa-1125x1124-1024x1024 Raphael Pippa: tombo de coragem Música
Carioca, nascido e criado no Morro do Pinto, na região central do Rio de Janeiro, Raphael Pippa começou a tocar violão e a compor com apenas 13 anos de idade, mas o que era uma brincadeira de criança virou paixão. Fundou e participou de diversos grupos  na adolescência e mais tarde mergulhou em diversas manifestações afro-brasileiras pela metrópole.  
 
Seu mais novo trabalho “Tombo de coragem” conta essa linda história musical, que resultou no retorno à ancestralidade regionalista de sua família. Nesse trabalho Pippa bebeu da fonte do cotidiano ao (re)descobrir a vida de sua avó violeira, vinda sertão da Paraíba para o Rio de Janeiro, até sua história no Morro do Pinto, na Zona Portuária, onde experimentou o rock, o samba e o carnaval.  
 
O resultado é um mergulho regado de poesia e respeito a toda aquarela musical que reverenciamos. Além de cantar o amor, a diversidade, a vida, a política e as lutas do dia a dia de todos nós. 
 
Em seus shows, Pippa passeia pela incrível diversidade da música brasileira, que é a sua principal influência, e traz composições próprias ao som do samba, jongo, baião e forró, com um toque de de afro-contemporaneidade presentes na estética que começa pela batida do violão.
Baião da Descoberta
 
O videoclipe, que tem concepção e roteiro da artista Beà, expande a provocação sobre o estado de liberdade e como costumamos lidar com o imprevisível, a começar do ambiente da rua, onde tendemos a nos ajustar às normas sociais. O vídeo tem estética brega nordestina com adaptações afro-cariocas pensadas pelo cenógrafo e ator Cachalote Mattos, que assina a direção de arte, e pelo figurinista Aiye Ti esso. 
A direção é da cineasta Victória Roque, integrante da IÉ Filmes, produtora do projeto.